Sobre Nós

Sobre o Projeto

O projeto visa uma colaboração entre diferentes áreas de saber, estudantes e investigadores de forma a mostrar a importância do estudo antropológico social e cultural e a sua vertente interdisciplinar. Este, parte da relação com o CRIA-UC (Centro em Rede de Investigação em Antropologia – Pólo Universidade de Coimbra) no âmbito Social e Cultural e, não só procura motivar os alunos para atividades de cariz prático como possui a particularidade de partilhar com a comunidade científica o trabalho desenvolvido no Departamento de Ciências da Vida da Universidade de Coimbra.

 

 

Atuais Membros da Equipa

Henrique Marques (2022- ) 

Henrique Marques, encontra-se no 1º ano do mestrado em Antropologia, Globalização e Alterações Climáticas da Universidade de Coimbra. Tem interesse por problemáticas do mundo contemporâneo.

Bárbara Bernardo (2022- )

Bárbara Bernardo, encontra-se no 1º ano do mestrado em Antropologia, Globalização e Alterações Climáticas da Universidade de Coimbra.

Diogo Rocha (2023 – )

Diogo Rocha, encontra-se no 2º ano da Licenciatura em Antropologia na Universidade de Coimbra, tendo uma breve passagem pela licenciatura em Biologia. Tem interesses nas áreas da antropologia médica e saúde.

Amanda Steffen (2023 – )

Amanda Steffen, encontra-se no mestrado em Patrimônio cultural e museologia da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.

João Marto (2023 – )

João Marto, encontra-se no 3º ano da licenciatura em Antropologia na Universidade de Coimbra.

Francisca Duarte (2023-)

Francisca Duarte, encontra-se no 2º ano da Licenciatura em Antropologia na Universidade de Coimbra.

 

 

Antigos Membros da Equipa

Catarina Figueiredo (Cofundadora) (2020- 2023)

(Ver informação biográfica nos Membros Fundadores)

C. Rodrigues (2021- 2023 ) 

C. Rodrigues, ele/dele, 3° ano da licenciatura de antropologia na UC. Tem interesses por urbanismo, novas tecnologias e desenho etnográfico.

Catarina Tomé (2021- 2023 ) 

Catarina Tomé, licenciatura em Matemática e inscrita no Mestrado de Gestão e Economia da Saúde. Tem um menor em Antropologia.

João Gonçalves (2021- 2023 )

Antropólogo e ativista com Licenciatura em Antropologia (2017) e Mestrado em Antropologia Social e Cultural (2021), pela Universidade de Coimbra, com a dissertação científica: “Pelo Direito ao Futuro: Juventude e Participação Política na Greve Climática Estudantil em Coimbra”. Trata-se de uma investigação em torno da participação política e dos processos de politização da juventude, partindo da experiência ativista neste movimento social ambientalista. Os seus interesses de investigação prendem-se sobretudo com movimentos sociais, com a participação política da juventude, alterações climáticas, globalização e interculturalidade.

Carlos Cândido ( 2020- 2021) 

Aluno de licenciatura de Antropologia na Universidade de Coimbra. Os seus interesses são Governação, Políticas e Religião.

Manuel Estêvão (2020- 2021)

Licenciado em Antropologia pela Universidade de Coimbra, instituição onde atualmente frequenta o Mestrado em Evolução e Biologia Humanas. Têm como áreas de maior interesse a Evolução Humana e Primatologia.

Luiza Báo (2020- 2021)

Licenciada em Antropologia Social pela Universidade de Brasília, no Brasil, atualmente frequenta o Mestrado em Antropologia Forense na Universidade de Coimbra. As suas áreas de interesse são os estudos da Antropologia da Morte e do Morrer e Antropologia do Estado.

Catarina Oliveira (2020-2021) 

Aluna da licenciatura de Antropologia da Universidade de Coimbra. Interesses direcionados com a área de Medicina Legal, Saúde e Ajuda humanitária.

 

 

Fundadores

Bruna Coelho (2020- 2021) 

Licenciada em Antropologia pela Universidade de Coimbra, instituição onde se encontra no momento a frequentar o Mestrado em Antropologia Social e Cultural. É assistente de investigação na rede de pesquisa internacional Sci-Tech Asia, e encontra-se a realizar um estágio na World Toilet Organization.
O seu projeto de investigação, Sanitários Públicos no Feminino: Análise do Movimento Internacional da Adaptação das Diretivas de Género nas Casas de Banho Públicas, traz uma perspetiva de género para a nossa compreensão dos sanitários públicos tanto em países em desenvolvimento como em países afluentes. As suas áreas de maior interesse são o Estudo da Ciência e Tecnologias, Questões de Género e o Urbanismo.

 

Catarina Figueiredo

Licenciada em Antropologia ( 2016-2019) pela Universidade de Coimbra e com Mestrado em Antropologia Médica e Saúde Global (2020-2021) realizado na mesma Universidade e concluído com uma média de 18 valores. A sua dissertação “Companhia de Diamantes de Angola: um estudo de caso sobre condições contributivas para o desenvolvimento de cancro” evidencia o impacto de políticas coloniais na saúde humana através do aumento de cancro na população africana, mas também nas consequências ecológicas da exploração mineira. Durante o percurso acadêmico realizou diversos estágios, nomeadamente: estágio do Museu da Ciência (2018/2019) na área de museologia;  o estágio de Verão CRIA-Polo UC (2019) que permitiu o contacto com os arquivos históricos da Companhia de Diamantes de Angola (Diamang); e o Estágio de Verão CRIA-Polo UC (2020), onde aprofundou ferramentas de pesquisa, mas também organizou eventos científicos cujo objetivo seria a divulgação de uma ciência interdisciplinar, não só na comunidade científica mas também na sociedade e mundo lusófono. Atualmente é Bolseira do CRIA- UC (2022-2023) onde realiza trabalho de arquivo e divulgação cientifica.  As suas principais áreas de interesse são Saúde, Alterações Climáticas e Politicas Governamentais.

 

Luís Costa

Enfermeiro e Aluno de Doutoramento em Antropologia na FCTUC.
Participou em inúmeras missões de carácter humanitário com o objetivo de auxiliar populações em situações de crise entre a década de 1990 e 2010.

 

Jorge Varanda

Jorge Varanda é Professor Auxiliar do Departamento de Ciências da Vida da Universidade de Coimbra, membro da Direção do Centro em Rede de Investigação em Antropologia (CRIA) e Coordenador do Pólo-CRIA UC.
Tem investigado e publicado sobre várias epidemias Tripanossomíase Humana Africana, Febre Amarela, origem dos HIVs, Antropologia e Saúde Global e Saúde Publica colonial e participou na implementação do sistema de autópsia verbal da OMS no Centro de Pesquisa em Saúde de Angola (CISA).
Além disso, criou e lecionou vários cursos (licenciatura, mestrado e doutoramento) relacionados com a Antropologia e Saúde Global nomeadamente na Universidade de Coimbra e Instituto de Higiene e Medicina Tropical (Lisboa).

 

Pesquisar OpenEdition Search

Você sera redirecionado para OpenEdition Search